Por que você não amadurece?



Eu não sou uma pessoa de seguir 'modinha", mas esse "meme" da vez (que sinceramente não entendi de onde veio, mas sei pra onde vai: a "lixeira virtual", pra junto com tantos outros conteúdos esquecidos pela internet à fora.) Enfim, ele tem tudo a ver com o post de hoje!


Você conhece pessoas que (ou você mesmo(a)) tem o hábito, o costume de...

Ofender-se facilmente com tudo o que outras pessoas dizem?
Comparar-se com alguém, suas qualidades, o que tem e faz, sua posição (financeira, profissional, ministerial, etc.)?
Não aceitar ser exortado(a), corrigido(a), aconselhado(a)?
Procurar alguém para se queixar e falar mal da outra pessoa com quem se desentendeu, ao invés de resolver o conflito ou desentendimento?
Ouvir as queixas e também falar mal dessa outra pessoa, ao invés de tentar promover o encontro das mesmas para resolverem o conflito?
Sentir inveja e/ou ciúme?
Competir, no sentido de querer ser melhor ou mostrar-se melhor que outra pessoa?
Reclamar de tudo, mas nunca tentar resolver?
Usar as redes sociais para mandar indiretas?
Transferir sua culpa para outros?
Ser levado(a) pelas suas emoções?
Ser inconstante. Ou seja, estar firme hoje mas amanhã duvida até da existência de Deus?

Esses são alguns sinais claros de IMATURIDADE, de que essa pessoa precisa crescer!
E se você é líder, mas não trata esses comportamentos em sua equipe... Você também precisa crescer!

Os exemplos que escrevi aqui são os que mais acontecem, no meu ponto de vista. E parece que as redes sociais trouxeram à tona a meninice de muita gente! Muito ego, muito "mimimi" e pouca mudança positiva e efetiva!

Existem pessoas que os anos passam e elas continuam a mesma coisa, não cresceram, não evoluíram, não se desenvolveram. Existem pessoas que desperdiçam as oportunidades que a vida nos dá para tirar uma lição, de crescer. De refletir sobre suas próprias atitudes, assumir suas próprias responsabilidades, sem culpar ninguém, para da próxima vez, fazer diferente!

Existem líderes que ao evitar o diálogo em sua equipe (seja por quais razões), tratam com os envolvidos separadamente ou "abafam" a situação e não percebem que estão tirando dos seus liderados uma oportunidade de crescer. Porque é isso que a bíblia manda fazer: conversar e resolver, os dois a sós! (Mateus 18:15) Porque vai acontecer de novo, de novo e de novo. E enquanto não houver diálogo, não há conserto! O que fica é um silêncio disfarçado de paz!

São problemas antiiiigos...

A igreja de Corinto foi fundada pelo apóstolo Paulo. Não faltava ensino da Palavra... não faltava dom.

Pois nele vocês foram enriquecidos em tudo, em toda palavra e em todo conhecimento,
de modo que não lhes falta nenhum dom espiritual, enquanto vocês aguardam que o nosso Senhor Jesus Cristo seja revelado.
(1 Coríntios 1:5-7)

Maaaaas... havia brigas! Havia competição entre eles de quem era o melhor. Uma igreja desunida!

Meus irmãos, fui informado por alguns da casa de Cloe de que há divisões entre vocês.
(1 Coríntios 1:11)


Irmãos, não lhes pude falar como a espirituais, mas como a carnais, como a crianças em Cristo.
Dei-lhes leite, e não alimento sólido, pois vocês não estavam em condições de recebê-lo. De fato, vocês ainda não estão em condições,
porque ainda são carnais. Porque, visto que há inveja e divisão entre vocês, não estão sendo carnais e agindo como mundanos?

(1 Coríntios 3:1-3)

Uma igreja cheia de dons... Tanto que a explicação sobre diferentes tipos de dons encontramos na nesta mesma carta aos Coríntios, no capítulo 12!
Mas como já conversamos aqui, dom não tem nada a ver com caráter! E no mesmo capítulo, percebemos a razão desta explicação do apóstolo Paulo: Tava dando briga, minha gente! Um se sentindo mais importante que o outro, querendo ou dando tratamento especial a uns e rejeitando outros!
E aí o apóstolo os exortou:

Há diferentes tipos de dons, mas o Espírito é o mesmo.
Há diferentes tipos de ministérios, mas o Senhor é o mesmo.
Há diferentes formas de atuação, mas é o mesmo Deus quem efetua tudo em todos.
(1 Coríntios 12:4-6)

Parafraseando: Não tem dom melhor ou mais importante. Todos são iguais em importância porque tem em si a mesma essência: o Espírito Santo!

O olho não pode dizer à mão: "Não preciso de você!" Nem a cabeça pode dizer aos pés: "Não preciso de vocês!"
Pelo contrário, os membros do corpo que parecem mais fracos são indispensáveis,
e os membros que pensamos serem menos honrosos, tratamos com especial honra. E os membros que em nós são indecorosos são tratados com decoro especial,
enquanto os que em nós são decorosos não precisam ser tratados de maneira especial. Mas Deus estruturou o corpo dando maior honra aos membros que dela tinham falta,
a fim de que não haja divisão no corpo, mas, sim, que todos os membros tenham igual cuidado uns pelos outros.

(1 Coríntios 12:21-25)

E no capítulo seguinte, quando ensina sobre o amor: "O caminho ainda mais excelente", que é paciente, bondoso, que não inveja, não se vangloria, não se orgulha, não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor, que não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade, que tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. (1 Coríntios 13:4-7)

O apóstolo Paulo estava-lhes ensinando o caminho...

O amor nunca perece; mas as profecias desaparecerão, as línguas cessarão, o conhecimento passará.
(1 Coríntios 13:8)

E não é por acaso que a última característica do amor (eterno, infinito, durar para sempre) é comparada justamente ao que a igreja de Corinto tinha de sobra: dons e conhecimento.

Sabe o que eu entendo? Que o apóstolo Paulo está dizendo o seguinte:
Cresçam! Sejam adultos, maduros! Vamos deixar as meninices e as carnalidades. Porque aquilo do que vocês se orgulham ter (dons e conhecimento) vai passar!
Sabe, desde que nascemos temos que lidar com o crescimento. O corpo inevitavelmente vai crescer. O bebê deixa de ser bebê e vira criança, depois adolescente, depois adulto e idoso. Certo?
Mas neuropsicologicamente falando, será necessário o estímulo para que o desenvolvimento ocorra corretamente. Ou seja, um adulto estimulando, orientando, ensinando esta criança.

Já o crescimento cristão não tem a ver com idade, nem tem a ver com o tempo em que a pessoa frequenta a igreja. Tem mais a ver com tipo de relacionamento que ela tem com DEUS! Tem a ver com a disponibilidade para mudança...
Repare que comportamentos imaturos é chamado de carnalidade. "sendo carnais e agindo como mundanos? (1 Coríntios 3, final do versículo 3)
Ou seja, imaturidade é pecado. É necessário arrepender-se e deixar-se ser exortado, disciplinado, corrigido, conduzido pelo caminho que leva ao crescimento.

Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino.
(2 Coríntios 13:11)

Irmãos, deixem de pensar como crianças. Com respeito ao mal, sejam crianças; mas, quanto ao modo de pensar, sejam adultos.
(1 Coríntios 14:20)

Simbora crescer?

Foto: Revista Crescer.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.