Atitude - Posicionamento



As redes sociais tem se tornado cada vez mais um espaço para exposição de opiniões sobre os mais variados assuntos... E aí fiquei pensando:
Qual tem sido a nossa atitude quanto aos assuntos polêmicos, como por exemplo, ideologia de gênero, o homossexualismo, conceito de família, aborto, política, etc?

Qual é a nossa opinião pessoal, enquanto cristãos? Mais do que isso: qual é o nosso posicionamento?
  • Em casa pensamos uma coisa, mas na frente das outras pessoas o nosso discurso é outro? Em casa concordamos com a Bíblia, mas na rua o discurso é oposto? Ou o nosso discurso é ambíguo (indeciso, incerto, que pode ter vários significados e interpretações)?
  • Ou estamos convictos da verdade da Palavra, mas evitamos tais conversas, saindo pela tangente, pra não ficar mal com as pessoas, ou por medo de sermos taxados de preconceituosos?
  • Ou interpretamos a Bíblia como nos convém, e ficamos com os versículos que estão de acordo com nossa opinião e o que achamos legal e bonito, e desprezamos aquilo que achamos rígido ou rigoroso?
  • Ou será que temos nos deixado levar por valores mundanos e até achamos que a Bíblia é antiquada em alguns pontos, pois os tempos que vivemos agora são outros?

São as nossas convicções e principalmente as nossas ATITUDES que mostram que somos cristãos genuínos!


Se reconhecemos Jesus como nosso salvador, devemos confessá-lO publicamente.

Se você confessar com a sua boca que Jesus é Senhor e crer em seu coração que Deus o ressuscitou dentre os mortos, será salvo. Pois com o coração se crê para justiça, e com a boca se confessa para salvação. 
(Romanos 10:9-10)

Não podemos ser cristãos na igreja, mas no dia a dia viver de acordo com os padrões do mundo! Nossas atitudes tem que condizer com a nossa confissão de fé!

Sejam praticantes da palavra, e não apenas ouvintes, enganando-se a si mesmos. Aquele que ouve a palavra, mas não a põe em prática, é semelhante a um homem que olha a sua face num espelho e, depois de olhar para si mesmo, sai e logo esquece a sua aparência. Mas o homem que observa atentamente a lei perfeita que traz a liberdade, e persevera na prática dessa lei, não esquecendo o que ouviu mas praticando-o, será feliz naquilo que fizer. 
(Tiago 1:22-25 - grifo meu)

O nosso compromisso de cristão genuíno é com a Palavra da Verdade!

Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade.
(João 17:17 -  grifo meu)

A verdade é a essência da tua palavra, e todas as tuas justas ordenanças são eternas. 
(Salmos 119:160 - grifo meu)

Ordenanças eternas e imutáveis! A palavra de Deus não muda! O Evangelho é um só!

Admiro-me de que vocês estejam abandonando tão rapidamente aquele que os chamou pela graça de Cristo, para seguirem outro evangelho que, na realidade, não é o evangelho. O que ocorre é que algumas pessoas os estão perturbando, querendo perverter o evangelho de Cristo. Mas ainda que nós ou um anjo do céu pregue um evangelho diferente daquele que lhes pregamos, que seja amaldiçoado! Como já dissemos, agora repito: Se alguém lhes anuncia um evangelho diferente daquele que já receberam, que seja amaldiçoadoAcaso busco eu agora a aprovação dos homens ou a de Deus? Ou estou tentando agradar a homens? Se eu ainda estivesse procurando agradar a homens, não seria servo de Cristo.
(Gálatas 1:6-10 - grifo meu)

O cristão genuíno é fiel à verdade da Palavra, indo contra o sistema do mundo, e por isso vai despertar o ódio daqueles que rejeitam a verdade e amam o pecado.
  • Herodias odiava João Batista porque ele se posicionou contra o seu relacionamento extra-conjugal com seu cunhado (Mateus 6:17-28).
  • Jesus disse que o mundo O odiava porque Ele dava testemunho que o que ele (mundo) faz é mau (João 7:7).
  • O cristão genuíno não é do mundo. Por isso o mundo o odeia (João 15:19).

De fato, todos os que desejam viver piedosamente em Cristo Jesus serão perseguidos.
(2 Timóteo 3:12)

Eles acham estranho que vocês não se lancem com eles na mesma torrente de imoralidade, e por isso os insultam. Contudo, eles terão que prestar contas àquele que está pronto para julgar os vivos e os mortos. 
(1 Pedro 4:4-5)

Se nos odiarão e nos perseguirão por falar a verdade do Evangelho, não devemos temer! Muito pelo contrário!


Bem-aventurados os perseguidos por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus. Bem-aventurados sois quando, por minha causa, vos injuriarem, e vos perseguirem, e, mentindo, disserem todo mal contra vós. Regozijai-vos e exultai, porque é grande o vosso galardão nos céus; pois assim perseguiram aos profetas que viveram antes de vós.
(Mateus 5:10-12)

Se vocês são insultados por causa do nome de Cristo, felizes são vocês, pois o Espírito da glória, o Espírito de Deus, repousa sobre vocês. 
(1 Pedro 4:14 - grifo meu)

Mas eu lhes digo: Amem os seus inimigos e orem por aqueles que os perseguem
(Mateus 5:44)

O apóstolo Paulo deixou um grande ensinamento para Timóteo. Que esse seja o nosso posicionamento!

Pregue a palavra, esteja preparado a tempo e fora de tempo, repreenda, corrija, exorte com toda a paciência e doutrina. Pois virá o tempo em que não suportarão a sã doutrina; pelo contrário, sentindo coceira nos ouvidos, segundo os seus próprios desejos juntarão mestres para si mesmos. Eles se recusarão a dar ouvidos à verdade, voltando-se para os mitos. Você, porém, seja sóbrio em tudo, suporte os sofrimentos, faça a obra de um evangelista, cumpra plenamente o seu ministério. 
(2 Timóteo 4:1-5)

Que Deus te abençoe!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.